logo BioWash_perfil.jpg

POR TRÁS DA BIOWASH Vivendo o que acredita. Acreditando no que se vive.

“Quando era pequena adorava brincar de professora e adorava brincar de secretária. E, basicamente, foram essas as minhas duas profissões até agora. Estou muito feliz com o que eu faço.”

Aos 47 anos, Becky Weltzien é mãe de três filhos, esposa, dona-de-casa, professora e está à frente da Biowash, desde que o pai morreu, há 11 anos. Estar conectada com o todo, experenciando uma relação de respeito com a natureza, é viver a própria essência.

No jeito de falar e de ser, carrega uma simplicidade e também uma praticidade, que mostram muito da sua força. Mas, para entender a história desta mulher, é preciso voltar no tempo, nas raízes.

Nascida na Espanha, Becky cresceu em meio à terra. “Os meus pais sempre tiveram um estilo de vida mais naturalista, sempre tivemos horta orgânica e galinhas no quintal de casa. Meus pais sempre tiveram preocupação com o meio ambiente e com a nossa saúde.”

Quando vieram para o Brasil, em 1981, o pai - Malte Weltzien - tinha um sonho: desenvolver produtos de limpeza, que gerassem o mínimo de impacto possível ao planeta e à saúde do homem. Foram muitos experimentos e a resposta veio da própria natureza. Em 1994, ele criou produtos livres de petroquímica, 100% naturais.

Enquanto Malte cuidava da empresa, Becky seguiu um dos sonhos de criança: ser professora. Formada pela pedagogia Waldorf, morou muitos anos nos Estados Unidos dando aula no jardim da infância. Mas, o coração, como ela mesma diz, o coração sempre foi brasileiro. Com a doença do pai, em 2007, Becky fez o caminho de volta.

“O meu pai era uma pessoa muito entusiasmada pela vida, pelas pessoas. Ele era uma pessoa muito carismática. E não tinha como não se contagiar tanto por ele, como pelo o que ele fazia. Então, pra mim sempre fez muito sentido tentar dar sequência nesse negócio que ele trabalhou tanto.”

Ao assumir a empresa, Becky se viu, de uma certa forma, na infância, quando adorava brincar de secretária. Estar em meio aos negócios, cuidando de relações é resgatar uma memória afetiva do que sempre viveu em família. O pai abriu espaço para que os sonhos desta mulher seguissem o rumo do coração.

Hoje, o mercado já é bem diferente daquilo vivido pelo pai. Um produto de limpeza 100% natural faz muito mais sentido. Cada vez mais, estar consciente do que se consome é viver o que acredita e acreditar no que se vive.

“O que a empresa faz é o que a gente vive (...) Em casa, a gente composta, tem hortinha orgânica, recicla, faz captação de água da chuva” Cuidar da natureza também é cuidar de si para cuidar do outro. É honrar o que faz sentido para um bem comum.

“Eu procuro fugir dessa maneira normal de se fazer negócios, de ser uma coisa muito fria, muito objetiva e só visando lucro, desempenho, etc. A gente está buscando relações mais justas, mais humanas, que sejam boas pra todos, olhamos o negócio de uma forma mais holística”, enfatiza Becky.

Hoje, a Biowash tem uma equipe formada, principalmente, por mulheres. “Pode ser que isso também contribua pra termos um perfil mais holistico.”

No mês em que é comemorado o Dia Internacional da Mulher, pessoas em todo o mundo estão se mobilizando para conquistar uma realidade mais igualitária, em que as mulheres possam de fato vir a ser, sem esbarrar num pré-conceito ou na violência. A Biowash orgulha-se de dar espaço à sensibilidade e à força do feminino.