logo BioWash_perfil.jpg

Qual o seu legado para as próximas gerações?

Para o Dia das Mães, uma reflexão sobre a nossa responsabilidade no cuidado com o planeta que estamos deixando para os nossos filhos.



Experienciar a maternidade é um convite genuíno para o despertar de uma nova consciência. Ao tornar-nos mãe, parimos também uma nova identidade diante das relações com o mundo, com o outro e, acima de tudo, com nós mesmas.


Em maio comemora-se o Dia das Mães, por isso a Biowash compartilha o olhar de duas mães com alguns de seus despertares, após o nascimento das crias. Mariana é mãe de Anita (5 anos), Francisco (3 anos) e Joaquim (1 ano). Michele é mãe do Gui (11 meses). Elas não se conhecem, mas estão conectadas pelo desejo de oferecerem um mundo melhor para seus filhos.


“A chegada do Gui reforçou toda a atenção que venho praticando há alguns anos. Atenção a mim mesma, ao outro e ao planeta. Se há algo que gostaria de semear nele, e espero estar fazendo isso, é consciência”, reflete Michele.


“Depois que eles nascem eu acho que o nosso foco vira deixar esse planeta um lugar habitável, lindo e consciente para que eles tenham uma vida plena”, completa Mariana.


Mudanças de hábitos e ações, num cuidado com o outro, com aquilo que comemos, com o que consumimos e como descartamos. A maternidade torna-se um campo profundo de conexão com o todo. Somos espelhos e as crianças verdadeiras esponjinhas, absorvendo nossas posturas diante da vida.


A chegada da Anita – primeira filha - trouxe, dentre tantas transformações, outros cuidados na hora de limpar a casa. “Antes usava água sanitária e alguns desinfetantes fortes. Mas aí, a mãozinha vai no molhado e o molhado vai pra boca, eu falava não dá. Vai que sem querer ela acaba lambendo alguma coisa, né. Passei a usar produtos bem mais leves e naturais.” O custo também foi outro fator decisivo. “Eu gastava muito com material de limpeza, porque é um para o vidro, um pro chão, um pro cimento queimado... A gente começou a perceber que é só um monte de cheirinho diferente e era um gasto muito alto”, avalia Mariana.


Hoje, com três filhos, conta que nas pequenas ações encontra bons resultados. Uma delas é varrer a casa todos os dias, além de passar pano úmido com álcool e óleo essencial. Vinagre, bicabornato de sódio e sabão de coco também estão na sua lista de produtos

de limpeza.


Explorar a casa com liberdade faz parte do desenvolvimento do bebê e da criança. Ao escolher produtos mais naturais, Mariana fica mais tranquila e até inclui os filhos em algumas atividades. Um momento de diversão, autonomia e pertencimento. “Muita água e sabão de coco para eles poderem limpar junto comigo e aprenderem a limpar. Acho importante